Funcionamento de pardais nas Rodovias Federais virou segredo de Estado no governo Bolsonaro

Sem classificação

Em março deste ano, Bolsonaro determinou o cancelamento da instalação de mais de 8 mil radares nas rodovias federais do país. Segundo ele, os contratos seriam revisados para verificar a real necessidade do equipamento. Ignorando a indicação técnica dos radares de velocidade, o Presidente declarou, como se fosse um cidadão leigo, que os “pardais”, em sua maioria, tem apenas o intuito de dar retorno financeiro ao Estado.

Desde a declaração do Presidente, os cidadãos não sabem se os radares existentes estão ou não em funcionamento. A direção do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) nega-se a dar informações à imprensa sobre a situação dos radares. Chegou-se no Brasil à esdrúxula situação em que a localização e funcionamento dos pardais em vias federais virou segredo de Estado. Em suma, ninguém quer contrariar o Presidente.

Enquanto o governo não se manifesta sobre a questão, a 5ª Vara Federal de Brasília, homologou nesta segunda-feira (29), um acordo para a instalação de 1.140 radares em rodovias federais.

Os aparelhos serão instalados pelo DNIT para cobertura de 2.278 faixas que são consideradas de criticidade média, alta e muita alta de todo o país.

Spread the love

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *